Canção Nova

Palavra dos Fundadores

Monsenhor Jonas Abib Fundador da Comunidade Canção Nova

Monsenhor Jonas Abib – Fundador da Comunidade Canção Nova

“Peregrinar é uma tradição que remete ao início da Igreja. Todos os anos o próprio Jesus peregrinava com os Seus pais a Jerusalém, e hoje, entre os católicos, se mantém este costume. Os discípulos do Senhor são chamados a continuar a tradição de peregrinar aos lugares santos, visitando os Santuários.

Peregrinar ao Santuário do Pai das Misericórdias é buscar o encontro pessoal com Jesus e a experiência do batismo no Espírito Santo. O Santuário é um centro carismático de evangelização, lugar privilegiado de encontro com a misericórdia de Deus para todos os peregrinos que a ele chegam.
Em 2008, demos início à construção deste Santuário, uma inspiração que começou a se tornar realidade e em dezembro de 2014 concluímos a obra. A partir de 2015, convido você a fazer esta experiência pessoal de peregrinação, visitando este lugar privilegiado de oração e anúncio da Palavra de Deus.
O Pai das Misericórdias o acolhe de braços abertos!”

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

.

.

.

Luzia Santiago

Luzia Santiago – Cofundadora da Comunidade Canção Nova

“O Senhor é muito bom para com todos; sua ternura abraça toda criatura; Ele sustenta todo aquele que vacila e levanta todo aquele que tombou” (Sl 144)
Este é o rosto do Pai misericordioso que alcança a todos em um abraço terno e amoroso, sem distinção. Um amor que ultrapassa as barreiras do amor, do medo, do ódio e da morte, devolve à pessoa sua dignidade, fazendo experimentar uma nova realidade que a transforma e regenera.
Esta parábola quer nos ajudar a curar a imagem errada que temos do Pai. Ele não é rancoroso, mas todo misericordioso, pronto para nos perdoar.
O Santuário do Pai das Misericórdias nos remete a essa verdade: Deus nos abraça com amor e ternura, com expectativa e paciência Ele nos espera.
Quem viaja pela Via Dutra, sentido São Paulo-Rio de Janeiro vai avistar de longe o Santuário, que se projeta na forma de um grande abraço, e ao penetrar no seu espaço vai experimentar o amor, e como filho, acolhimento e perdão, a experiência da misericórdia.
“Vou voltar para o meu pai…” (Lc 15,18)
Em cada dia deste ano fica para nós este convite: vamos tomar a decisão do filho pródigo, retornar à casa do Pai e por ele deixar-se ser abraçado.

Luzia Santiago
Cofundadora da Comunidade Canção Nova

.

Eto Jardim

Wellington Jardim – Cofundador da Comunidade Canção Nova

Com alegria e gratidão a Deus, podemos dizer que a caridade sempre nos iluminou e por isso foi possível a construção do Santuário do Pai das Misericórdias. O Senhor, em sua imensa bondade, tocou o coração de cada sócio e amigo que nos ajudou, não apenas materialmente, mas com muita oração. Sim, eu creio que esse Santuário foi edificado com muita oração, pois cada ouro, cada moedinha doada, tinha por traz alguém que rezava conosco pela concretização deste milagre!
Meus irmãos, isso é obra do Senhor, admirável aos nossos olhos. Chegamos até aqui com muita luta, mas o mais bonito é vermos que aqui o Senhor Deus realizará grandes milagres na vida das pessoas.
Agradeço a todos que nos ajudaram. Deus lhe pague!
Seu irmão, Eto.

Wellington Jardim
Cofundador da Comunidade Canção Nova