Devoção Reparadora dos Cinco Primeiros Sábados

A Devoção Reparadora dos Cinco Primeiros Sábados no Santuário do Pai das Misericórdias

O Santuário do Pai das Misericórdias oferece para o peregrino a Devoção Reparadora dos Cinco Primeiros Sábados. Essa devoção é parte integrante da Mensagem de Fátima e foi pedida por Jesus e por Nossa Senhora à Irmã Lúcia, como ato de reparação dos pecados que Os ofendem e para consolar Seus Corações feridos por nós, pecadores.

Irmã Lúcia de Jesus e do Coração Imaculado / www.pastorinhos.com

Nas três primeiras aparições, de maio a julho de 1917, em Fátima, Nossa Senhora fala explicitamente aos pastorinhos sobre a reparação.

Em maio: “Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido, e de súplica pela conversão dos pecadores?” (In Memórias da Ir. Lúcia p. 173-174)

Em junho: “À frente da palma da mão direita de Nossa Senhora estava um coração cercado de espinhos, que parecia lhe estarem cravados. Compreendemos que era o Imaculado Coração de Maria, ultrajado pelos pecados da humanidade, que queria reparação” (In Memórias da Ir. Lúcia p. 175-176).

Em julho: “Sacrificai-vos pelos pecadores e dizei muitas vezes, em especial sempre que fizerdes algum sacrifício: Ó Jesus, é por Vosso amor, pela conversão dos pecadores e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria” (In Memórias da Ir. Lúcia p. 76). E ainda nesta aparição: “Virei pedir a consagração da Rússia a Meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos primeiros sábados.” (In Memórias da Ir. Lúcia p. 77)

Em 1925, Ela cumpriu a sua promessa, ou seja, Nossa Senhora veio pedir a Devoção Reparadora dos Cinco Primeiros Sábados. Vejamos a origem dessa devoção narrada e experienciada pela Ir. Lúcia, que, ao contar, refere-se a ela mesma.

“Dia 10 de dezembro de 1925, apareceu-lhe a Santíssima Virgem e, ao lado, suspenso em uma nuvem luminosa, um Menino. A SS. Virgem, pondo-lhe no ombro a mão e mostrando, ao mesmo tempo, um coração que tinha na outra mão, cercado de espinhos. Ao mesmo tempo, disse o Menino: ‘Tem pena do coração de tua SS. Mãe que está coberto de espinhos, que os homens ingratos a todos os momentos Lhe cravam sem haver quem faça um ato de reparação para os tirar’”.

Em seguida, disse a SS. Virgem: “Olha, minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos, que os homens ingratos a todos os momentos me cravam, com blasfêmias e ingratidões! Tu, ao menos, vê de me consolar e diz que todos aqueles que, durante cinco meses, ao primeiro sábado, confessarem-se, recebendo a sagrada comunhão, rezarem um Terço e me fizerem 15 minutos de companhia, meditando nos 15 mistérios do Rosário, com o fim de Me desagravar, Eu prometo assistir-lhes na hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas” (In Memórias da Ir. Lúcia, p. 192).

Ainda na aparição de 13 de junho de 1917, a Virgem Santíssima, depois de Lúcia lhe ter pedido para os levar para o Céu, lhes disse: “Jacinta e Francisco levo-os em breve, mas tu ficas cá mais algum tempo. Jesus quer servir-se de ti para Me fazer conhecer e amar. Ele quer estabelecer no mundo a devoção ao Meu Imaculado Coração. A quem a abraçar, prometo a salvação, e serão queridas de Deus essas almas, como flores postas por Mim a adornar o Seu trono”. “Fico cá sozinha?”, disse Ir. Lúcia com tristeza. “Não, filha. Eu nunca te deixarei. O Meu Imaculado Coração será o teu refúgio e o caminho que te conduzirá até Deus.” (In Memórias da Ir. Lúcia, p. 192)

Vemos que Jesus quer que essa Devoção ao Coração Imaculado Coração de Maria seja estabelecida no mundo e conta com cada um de nós para que isso aconteça, pois deseja que o Coração de Sua Santíssima Mãe seja o nosso refúgio e caminho que nos conduz até Ele, como Nossa Senhora afirmou para Ir. Lúcia.

Convidamos você a participar dessa Devoção Reparadora dos Cinco Primeiros Sábados, no Santuário do Pai das Misericórdias, no dia 1º de abril, a partir das 10h, onde rezaremos o Santo Terço contemplado, seguido de uma catequese sobre a espiritualidade de Fátima, e depois, os 15 minutos de Meditação da Palavra.

Quanto à Santa Missa e a Confissão, o peregrino pode se organizar para participar em outros momentos que o Santuário oferece. Confira os horários no nosso site: paidasmisericordias.com.

Na impossibilidade de se fazer presente, você pode viver essa espiritualidade em sua própria cidade, de forma particular ou em grupo, como forma de divulgação e crescimento da Mensagem de Fátima. Todas essas práticas devem ser realizadas com a intenção de reparar o Imaculado Coração de Maria

Áurea Maria,
Comunidade Canção Nova

Conheça mais desta devoção aqui.