A correção fraterna

Neste domingo, 10 de setembro de 2017, o padre Arlon Cristian celebrou a Santa Missa, às 7h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O sacerdote fala sobre o amor fraterno: “A liturgia é permeada pela correção fraterna que é diferente de acusação, de condenação. O amor não produz nenhum mal ao próximo. A cruz demonstra que o amor vertical é um amor maior e o amor horizontal é um amor menor. É porque eu amo a Deus que eu perdoo. O amor à Deus precisa ser maior. A correção fraterna é ir em direção ao outro para salvá-lo.”

O Evangelho é de São Lucas: “Num sábado, Jesus estava passando através de plantações de trigo. Seus discípulos arrancavam e comiam as espigas, debulhando-as com as mãos. Então alguns fariseus disseram: “Por que fazeis o que não é permitido em dia de sábado?” Jesus respondeu-lhes: “Acaso vós não lestes o que Davi e seus companheiros fizeram, quando estavam sentindo fome? Davi entrou na casa de Deus, pegou dos pães oferecidos a Deus e os comeu, e ainda por cima os deu a seus companheiros. No entanto, só os sacerdotes podem comer desses pães”. E Jesus acrescentou: “O Filho do Homem é senhor também do sábado”(Lc 6,1-5).

Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!