A pedagogia do sofrimento

Nesta segunda-feira, 11 de setembro de 2017, o padre Marcio Prado celebrou a Santa Missa, às 7h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O sacerdote fala sobre a beleza do sofrimento: “Nós estamos no primeiro dia do tríduo da exaltação da Santa Cruz. Onde o Pai do céu nos amou tanto, se não na Cruz? São Paulo diz que se alegra pelo sofrimento. Jesus sofreu por cada um de nós. Ele é redentor por causa de Cristo. No sofrimento temos a capacidade de amadurecer. O sofrimento nos ajuda a chegar mais longe.”

O Evangelho é de São Lucas: Aconteceu num dia de sábado que, Jesus entrou na sinagoga, e começou a ensinar. Aí havia um homem cuja mão direita era seca. Os mestres da Lei e os fariseus o observavam, para ver se Jesus iria curá-lo em dia de sábado, e assim encontrarem motivo para acusá-lo. Jesus, porém, conhecendo seus pensamentos, disse ao homem da mão seca: “Levanta-te, e fica aqui no meio”. Ele se levantou, e ficou de pé. Disse-lhes Jesus: “Eu vos pergunto: O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal, salvar uma vida ou deixar que se perca?” Então Jesus olhou para todos os que estavam ao seu redor, e disse ao homem: “Estende a tua mão”. O homem assim o fez e sua mão ficou curada. Eles ficaram com muita raiva, e começaram a discutir entre si sobre o que poderiam fazer contra Jesus”(Lc 6,6-11).

Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!