Tenhamos esperança em dias melhores

Nesta segunda-feira, 11 de dezembro de 2017, o padre Edison Oliveira fez a homilia da Santa Missa às 07h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O sacerdote nos fala que a esperança em dias melhores é que precisa motivar o nosso coração: “O nascimento do menino Jesus foi uma intervenção para que acreditássemos em dias melhores, um mundo messiânico e um fim em plenitude. Não podemos ter medo de ser de Deus e nem de fazer a Sua vontade. O Senhor nos dará tudo que é bom, basta caminhar com esta certeza e não perderemos a esperança; Ele nos dará tudo que é bom, e esse caminho é o que faz sentido. O Evangelho de hoje nos ensina que, precisamos aprender a apontar caminhos de fé, caminhos de esperança. Os amigos que levaram o paralítico até Jesus, tiveram coragem de coloca-lo diante de Jesus pelos telhados. A minha vida precisa ser o acesso para o encontro pessoal com Jesus. Amigos que levam os amigos para Jesus, como facilitadores que promovem a mudança de vida para sempre. Jesus cura aquele homem daquilo que o tornava doente e distante; Ele cura o corpo e cura a alma, Ele cura o interior daquele homem perdoando os seus pecados. Jesus além de nos dar esperança, nos faz viver na graça. Somos chamados a sermos amigos que apontam Jesus.”

O Evangelho é de São Mateus: Um dia Jesus estava ensinando. À sua volta estavam sentados fariseus e doutores da Lei, vindos de todas as aldeias da Galileia, da Judeia e de Jerusalém. E a virtude do Senhor o levava a curar. Uns homens traziam um paralítico num leito e procuravam fazê-lo entrar para apresentá-lo. Mas, não achando por onde introduzi-lo, devido à multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o desceram com o leito no meio da assembleia diante de Jesus. Vendo-lhes a fé, ele disse: “Homem, teus pecados estão perdoados”. Os escribas e fariseus começaram a murmurar, dizendo: “Quem é este que assim blasfema? Quem pode perdoar os pecados senão Deus?” Conhecendo-lhes os pensamentos, Jesus respondeu, dizendo: “Por que murmurais em vossos corações? O que é mais fácil dizer: ‘teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘levanta-te e anda’? Pois, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder de perdoar os pecados — disse ao paralítico — eu te digo: levanta-te, pega o leito e vai para casa”. Imediatamente, diante deles, ele se levantou, tomou o leito e foi para casa, louvando a Deus. Todos ficaram fora de si, glorificavam a Deus e cheios de temor diziam: “Hoje vimos coisas maravilhosas!”

Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!