O que te impede de estar diante de Deus?

Nesta sexta-feira, 12 de janeiro de 2018, o padre Valdnei Teodoro fez a homilia da Santa Missa às 7h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O sacerdote fala sobre aquilo que nos impede de nos aproximarmos de Deus: “O ser humano tem o péssimo hábito de pegar a via das facilidades. Ao invés do povo hebreu administrar os conflitos interiores, aceitar que passaram pelo gosto amargo da derrota, agora querem fazer justiça com as próprias mãos. Samuel aparece como o profeta que consegue ver além. Nós não conseguimos prever as consequências das nossas escolhas. Nós somos inconstantes; nossa vontade é inconstante. Nós temos alguém para nos ajudar a remover o nosso teto? Precisamos dar nome ao nosso “teto”, as coisas que nos impedem de estarmos diante de Deus.”

O Evangelho é de São Marcos: “Alguns dias depois, Jesus entrou de novo em Cafarnaum. Logo se espalhou a notícia de que ele estava em casa. Reuniram-se ali tantas pessoas, que já não havia lugar, nem mesmo diante da porta. E Jesus anunciava-lhes a Palavra. Trouxeram-lhe, então, um paralítico, carregado por quatro homens. Mas não conseguindo chegar até Jesus, por causa da multidão, abriram então o teto, bem em cima do lugar onde ele se encontrava. Por essa abertura desceram a cama em que o paralítico estava deitado. Quando viu a fé daqueles homens, Jesus disse ao paralítico: “Filho, os teus pecados estão perdoados”. Ora, alguns mestres da Lei, que estavam ali sentados, refletiam em seus corações: “Como este homem pode falar assim? Ele está blasfemando: ninguém pode perdoar pecados, a não ser Deus”. Jesus percebeu logo o que eles estavam pensando no seu íntimo, e disse: “Por que pensais assim em vossos corações? O que é mais fácil: dizer ao paralítico: ‘Os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te, pega a tua cama e anda’? Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem, na terra, poder de perdoar pecados, — disse ele ao paralítico: eu te ordeno: levanta-te, pega tua cama, e vai para tua casa!” O paralítico então se levantou e, carregando a sua cama, saiu diante de todos. E ficaram todos admirados e louvavam a Deus, dizendo: “Nunca vimos uma coisa assim” (Mc 2,1-12).

Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!