Proclamar nossa fé e reconhecer Jesus como Senhor

Nesta quarta-feira, 08 de novembro de 2017, o padre Wagner Ferreira fez a homilia da Santa Missa as 07h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O padre Wagner Ferreira nos convida a proclamar nossa fé e reconhecer Jesus como Senhor:  “O seguimento de Jesus exige de nós a proclamação de fé que Ele é o senhor, que Ele deve ocupar o primeiro lugar em nossas vidas, em nossas escolhas, e em nossas decisões. Pela fé em Jesus Cristo somos capazes de proclamar o Seu senhorio. O seguimento a Jesus implica em colocá-Lo no primeiro lugar, e esse é 0 caminho de redenção. Ele precisa ocupar o nosso coração e também os nossos afetos. Amar o próximo é colocar Jesus em primeiro lugar e proclamá-Lo Senhor da nossa vida. Somos chamados a imitá-Lo realizando a promoção do bem, da misericórdia, da justiça e da caridade na vida do nosso semelhante”.

O Evangelho é de São Lucas: Naquele tempo, grandes multidões acompanhavam Jesus. Voltando-se, ele lhes disse: “Se alguém vem a mim, mas não se desapega de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida, não pode ser meu discípulo. Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo. Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre, não se senta primeiro e calcula os gastos, para ver se tem o suficiente para terminar? Caso contrário, ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar. E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo:‘Este homem começou a construir e não foi capaz de acabar!’ Ou ainda: Qual o rei que, ao sair para guerrear com outro, não se senta primeiro e examina bem se com dez mil homens poderá enfrentar o outro que marcha contra ele com vinte mil? Se ele vê que não pode, enquanto o outro rei ainda está longe, envia mensageiros para negociar as condições de paz. Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo! (Lc 14,25-33)”

Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!