MEMÓRIA LITÚRGICA

São João Paulo II nos convida a exercermos nossa missionariedade

Saúdo você, filho e filha do Pai das Misericórdias! O convite é que possamos amar uns aos outros segundo o amor que vem de Deus, e o qual Ele mesmo nos ensinou. 

Neste dia, a Igreja celebra a memória de São João Paulo II que muitos de nós conhecemos. Aqui, no Santuário do Pai das Misericórdias, temos uma capela dedicada a ele, e nela há uma relíquia, que é uma gota do seu sangue. Essa relíquia foi recebida pelo reitor do Santuário, monsenhor Jonas Abib.

São João Paulo II fez diversas viagens apostólicas em todo o mundo. Aqui no Brasil, nós o recebemos por várias vezes. Por isso, somos convidados a ter o mesmo ímpeto e ardor missionário que tinha o “Papa Wojtyla”. 

Contamos com a intercessão desse grande santo para que ele nos motive a empenharmos nossas energias pela causa do Evangelho no nosso dia a dia.

Para rezarmos no programa de hoje, meditaremos o Evangelho do dia: Lc 12,49-53

Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: “Eu vim para lançar fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso! Devo receber um batismo, e como estou ansioso até que isto se cumpra!

Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra? Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão. Pois, daqui em diante, numa família de cinco pessoas, três ficarão divididas contra duas e duas contra três; ficarão divididos: o pai contra o filho e o filho contra o pai; a mãe contra a filha e a filha contra a mãe; a sogra contra a nora e a nora contra a sogra”.

Peçamos, no dia de hoje, a graça de sermos fiéis à vontade de Deus, e que o fogo do Espírito Santo abrase os nossos corações!

Assista, na íntegra, ao programa: “Oração ao Pai das Misericórdias”:

https://www.youtube.com/watch?v=KlYhJjC36H0&feature=youtu.be

Rezemos juntos a “Oração ao Pai das Misericórdias”

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi a súplica confiante que Vos apresentamos neste momento (fazer o pedido).

Acolhei este povo que vem, cheio de fé e esperança, ao Vosso Santuário. Consolai os aflitos, socorrei os necessitados, enxugai as lágrimas aqui derramadas. Amparai os fracos e recebei em Vossos braços paternos este filho pródigo que volta para Vós. Dai-nos a graça de sermos instrumentos da Vossa misericórdia na vida dos nossos irmãos, para que, assim, o Vosso nome seja amado em nossa família e em nossa nação. Tudo isso Vos pedimos por Vosso Filho Jesus Cristo, que convosco vive e reina na unidade do Espírito Santo. Amém.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!