Como obter as indulgências?

O Padre Marcio Prado, vice-reitor do Santuário do Pai das Misericórdias, explica neste áudio o que é a Porta da Misericórdia e o que são as indulgências e como obtê-las. Escute:

 

 

Também neste vídeo da Canção Nova Notícias, poderá se informar sobre as indulgências que podem ser alcançadas através da Porta da Misericórdia mas também das Obras da Misericórdia. Assista:

 

O que são as indulgências?

A Igreja é portadora da graça de Deus para perdoar os pecados e conceder aos fiéis a indulgência parcial ou plenária.

Segundo o Catecismo da Igreja Católica (CIC n.1471), indulgência “é a remissão, diante de Deus, da pena temporal de vida pelos pecados já perdoados quanto à culpa (remissão)”, ou seja, já perdoados na confissão sacramental. A indulgência serve para apagar parcial ou totalmente os resquícios do mal cometido, pois é necessário estar totalmente puro e santo para chegar ao Céu. Ganha-se/lucra-se uma indulgência por dia.

As indulgências são para quem?

Você pode adquirir indulgências para si ou para um defunto, mas ela não pode ser aplicada a outras pessoas vivas.

Qual é a Porta da Misericórdia aqui no Santuário?

A Porta da Misericórdia está situada no corredor central do Santuário do Pai das Misericórdias. Nela, há a citação do Evangelho de João 10,9: “Eu sou a Porta. Quem entrar por mim será salvo”.

Neste Ano Santo, o Papa Francisco permitiu que Catedrais e Santuários, de acordo com o bispo local, tenham uma Porta Santa da Misericórdia.

Como ganhar a indulgência plenária?

– Confessar-se ou estar em estado de graça (se for o caso buscar a confissão na semana).
– Fazer uma peregrinação até a Porta Santa da Misericórdia e entrar por ela com um desejo profundo de conversão.
– Participar da Eucaristia.
– Rezar o “Creio” (Profissão de Fé) e rezar um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória ao Pai pelo Papa e pelas intenções que ele traz no coração, para o bem da Igreja e do mundo inteiro.

 

indulgência

Abertura da Porta da Misericórdia, dia 28 de dezembro, no Santuário do Pai das Misericórdias (Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com)

 

Por fim, irmãos, neste ano da graça do Senhor, rezemos ao Pai e clamemos Sua Misericórdia por nós, e também para que sejamos misericordiosos com os outros.

“Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!”

Pe-Marcio-José-do-Prado-VICE-REITOR

Padre Marcio Prado
Vice-reitor do Santuário do Pai das Misericórdias