52 anos de sacerdócio: Deus mostrou que nada é impossível

Na solenidade da Imaculada Conceição de Maria, Monsenhor Jonas testemunha o milagre da sua vida

Na solenidade da Imaculada Conceição, celebramos o aniversário sacerdotal do Monsenhor Jonas (Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com)

Na solenidade da Imaculada Conceição, celebramos o aniversário sacerdotal do Monsenhor Jonas (Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com)

“Cantai ao Senhor ao Senhor Deus um canto novo. E veja, canto novo é canção nova. (…) Cantai ao Senhor uma canção nova porque Ele fez prodígios. Ele fez prodígios. Ele fez prodígios na vida de Maria, nas nossas vidas; Ele fez prodígios na minha vida. No Evangelho, o anjo diz a Maria: ‘Para Deus, nada é impossível’. O anjo disse isso referindo-se a Isabel porque para ela engravidar era impossível: ela era estéril engravidar. em relação a Maria. Era estéril, já estava idosa; humanamente não tinha mais condições. Mas engravidou pelo poder de Deus. Mas quando Maria ouviu o anjo dizer – ‘Para Deus, nada é impossível’ – num arroubo que vinha do fundo do seu ser, do seu espírito, ela disse: ‘eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a Tua Palavra. Eis aqui a escrava do Senhor. Ela sentiu-se simplesmente escrava diante de tudo o que o anjo havia fito. Faça-se em mim segundo a Tua Palavra. Faça-se. Faça-se. E Deus fez.
A maravilha das maravilhas, muito mais maravilha do que aconteceu com Isabel, aconteceu com Maria porque, por obra do Espírito Santo, o Verbo de Deus, o Filho de Deus Pai, que não tinha corpo, inacessível, que o antigo testamento não conheceu, Se faz carne. Fazer carne é isto que nós temos. Ele Se fez carne como nós no seio de Maria como toda a criança é gestada no ventre da sua mãe e, no nono mês, Jesus nasce para realizar a sua missão. Então, o impossível dos impossíveis, o prodígio dos prodígios acontece com Maria.
Irmãos, eu posso dizer que na minha vida, Deus mostrou que para Ele nada é impossível.

Veja mais:
:: Para Deus nada é impossível
:
: Fotos da Santa Missa

Filho e discípulo, profeta e apóstolo

“Eu estou completando hoje, graças a Deus, 52 anos de ordenação sacerdotal mas era impossível a minha ordenação porque, no último ano de teologia, eu contraí uma doença que os médicos não conseguiram detectar o que era. Eu tinha muita dor de cabeça mas uma dor de cabeça imensa e, também, os meus olhos estavam ofuscados. Eu não conseguia ver, logo, nem ler.”

Monsenhor Jonas foi descrevendo as maiores crises e alegrias físicas e espirituais ao longo do seu sacerdócio: a doença no último ano de teologia e o seu encontro pessoal com Jesus no evento ‘Mariápolis’ ao ler a passagem bíblica de Mateus, capítulo 16: ‘E, vós, quem dizeis que eu sou?’. Conta: “Eu consegui alçar voo, criei ânimo e fui ao meu superior e disse a ele: será que eu posso me ordenar?”
Na homilia, Monsenhor Jonas foi descrevendo as particularidades da sua ordenação mostrando, desde já, a força e a eficácia do seu sacerdócio.

Na grande maioria dos seus mais de 50 anos de sacerdócio, o sacerdotes salesiano se dedicou aos jovens, chegando a realizar encontros de grande dimensão e profundidade chegando, mais tarde, à fundação da Canção Nova.

A um dado momento da sua vida, Monsenhor Jonas recebe a oração do derramamento do Espírito Santo e… tudo mudou. Confira:

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!