É preciso prepararmos bem o nosso coração para a vinda do Senhor!

Homilia de hoje

Nesta quarta-feira, 25 de outubro de 2017, o padre Vagner Baia celebrou a Santa Missa, às 7h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O sacerdote nos alerta sobre mantermos nosso coração preparado para a vinda do Senhor: “Eu tenho que preparar bem a minha casa, fortalece-la na lei de Deus, criando retidão, caráter. Quanto mais estamos em Deus, mais os dons ressaltam em nossa vida. Mas quando nos deixamos levar pelas paixões, criamos “guerras” uns com os outros. As paixões desfiguram o nosso caráter. O mal é persistente todos os dias para nos tornar escravos, por isso temos que vigiar.”

O Evangelho é de São Lucas: “Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa. Vós também ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes”. Então Pedro disse: “Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?”  E o Senhor respondeu: “Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa? Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim! Em verdade eu vos digo: o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens. Porém, se aquele empregado pensar: ‘Meu patrão está demorando’, e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis. Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade, será chicoteado muitas vezes. Porém, o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!” (Lc 12,39-48)

Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!