Entenda

O que é o Sacramento da Eucaristia?

Neste terceiro artigo sobre sacramentos, falaremos sobre o sacramento da Eucaristia. Este sacramento faz parte do que conhecemos como sacramentos de iniciação cristã. Juntamente com os sacramentos do batismo e da crisma ou confirmação, sobre os quais falamos em outros artigos, o sacramento da Eucaristia compõe os sacramentos de iniciação.

Uma das necessidades vitais do homem é a alimentação. Para que sobrevivamos, precisamos nos alimentar. Por isso, dizemos que a comida é vital, porque diz da vida. De forma semelhante, o sacramento da Eucaristia é também alimento, não apenas para o corpo, mas, excepcionalmente, na alma do cristão. Com a Eucaristia, o cristão católico é nutrido com a graça divina, é alimento amoroso, porque também nutri a caridade infundida em nossos corações.

:: Eucaristia: alimento que nos fortalece

O Catecismo da Igreja Católica vai dizer que o sacramento da Eucaristia “é fonte e ápice de toda a vida cristã. Os demais sacramentos, assim como todos os ministérios eclesiásticos e tarefas apostólicas, ligam-se à Sagrada Eucaristia e a ela se ordenam” (§1324). Dessa forma, vemos a importância desse sacramento para a vida espiritual de todo cristão. O Catecismo vai ainda dizer: “a Eucaristia é o resumo e a suma de nossa fé: ‘Nossa maneira de pensar concorda com a Eucaristia, e a Eucaristia, por sua vez, confirma nossa maneira de pensar’ (§ 1327).

A Eucaristia alimenta em nós a esperança de céus novos e de uma terra nova, pelos quais habitará a justiça (cf. 2Pd 3,13).

Pão e vinho

A Eucaristia alimenta em nós a esperança de céus novos e de uma terra nova, pelos quais habitará a justiça (cf. 2Pd 3,13). Este sacramento é o penhor mais seguro e o sinal mais claro pelo que esperamos, a plenitude que encontraremos no céu.

sacramento-eucaristia

“é fonte e ápice de toda a vida cristã. Os demais sacramentos, assim como todos os ministérios eclesiásticos e tarefas apostólicas, ligam-se à Sagrada Eucaristia e a ela se ordenam” (§1324)

Os símbolos externos desse sacramento são o pão e o vinho, os quais são considerados as matérias da Eucaristia, contudo, existem as palavras da consagração ditas pelo sacerdote, que são tidas como a forma do sacramento. A Eucaristia confere a graça que o próprio Cristo garantiu: “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia” (cf. Jo 6,54). Este sacramento faz parte do caminhar cristão para chegar à vida eterna com Deus.

Leia também:
:: Sacramento do Batismo
:: Sacramento da Crisma

O Senhor Jesus, na Última Ceia, instituiu a Eucaristia. Foi Deus quem quis permanecer no nosso meio pelo sacramento Eucarístico, e assim Ele institui: “Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, tendo-o abençoado, partiu-o e, distribuindo aos discípulos, disse: ‘Tomais e comei, isto é o meu corpo’. Depois, tomou um cálice e, dando graças, deu-o a eles dizendo: ‘Bebei dele todos, pois isto é o meu sangue, o sangue da Aliança, que é derramado por muitos para a remissão dos pecados’” (Mt 26,26-28).

Por fim, quero deixar aqui os efeitos na alma de quem recebe a Santíssima Eucaristia. Um dos efeitos é o aumento da graça santificante. Ou seja, é a graça que sustenta, revitaliza, aumenta e liga o gozo da vida divina, fazendo crescer a santidade e a união com Deus. O segundo efeito é o da graça sacramental específica, que é também conhecida como graça nutritiva, porque ela se dá como alimento divino, confortando e dando vigor à vida sobrenatural. O terceiro efeito é o perdão dos pecados veniais. Com isso, o perdão vai retirar da alma as debilidades espirituais que a levam a pecar. E por fim, tem seu efeito como penhor da vida eterna. É uma antecipação do que viveremos plenamente no céu, uma espécie de adiantamento da bem-aventurança celestial. O Sagrado banquete que será vivido em sua máxima plenitude na glória futura (SADA, 2006).

Fábio Nunes 
Seminarista da Canção Nova

Fontes:

BÍBLIA. Português. Tradução da Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2002. 2206p.

CATECISMO da Igreja Católica. São Paulo: Loyola, 2000.

SADA, R.; MONROY, A. Curso de Teologia Sacramentaria. México: Minos, 2006.