Domingo de Ramos 🌿

O Santuário não está vazio

O Santuário do Pai das Misericórdias já está pronto para as celebrações fechadas do Domingo de Ramos, mas ele não está vazio. Isso porque, na tarde deste sábado (4), foram colocados nos bancos que, costumeiramente é usado por fiéis, vários nomes que remetem àqueles que, desta vez, por conta da pandemia que assola o mundo, irão acompanhar pela TV, as celebrações.

Para padre Márcio, vice-reitor do Santuário, a forte experiência de ornamentar os bancos foi a de olhar para este ‘vazio’ e visualizar os missionários da Comunidade Canção Nova, os peregrinos, os colaboradores e as pessoas que costumam visitá-lo.

Ele também partilhou como surgiu a ideia de fazer este momento: “foi um gesto de representá-los através destes ramos, colocando em cada um deles uma identidade que remete a essas pessoas. Fui percebendo, no semblante daqueles que ali estavam comigo [fazendo a ornamentação], que também eles fizeram essa mesma experiência. Por vocação, eu sei que, onde um padre está, ali toda Igreja se encontra. Aqui [nos bancos] estão todos, sejam os pobres ou ricos, missionários ou colaboradores, o estudante, o jovem ou a criança.” 

O vice-reitor do Santuário ornamenta o Santuário na companhia de um seminarista | Fotos: @seminariocn

Padre Márcio ainda se refere à Semana Santa como a oportunidade de nos unirmos a Cristo: “Desejo uma Santa Semana para nós, e que possamos fazer este caminho de Cristo, de morrer para nossos pecados para sermos pessoas novas. Tudo o que estamos vivendo, neste momento, não é por acaso, mas serve para a nossa conversão e para melhorarmos quanto pessoa. Não são os bancos que estão vazios, somos nós que estávamos vazios, e eles precisaram estar vazios para noa mostrar que temos o nosso lugar aqui no Santuário e, claro, no Céu.”

:: Celebrar um “Santa Semana” em meio à pandemia

Para o seminarista Kaíque Santos, que acompanhou a ornamentação do Santuário, foi uma experiência  marcante: “Ver o Santuário vazio, às vésperas do início da Semana Santa, tocou o meu coração. De início, pensei comigo mesmo: “Meu Jesus, o Senhor, mais uma vez, vai ter tão poucos junto de ti no Calvário, tal qual foi há dois mil anos!”

Mesmo em suas casas, os fiéis se farão presentes no Santuário | Fotos: @seminariocn

Para o jovem, à medida que ia realizando a ornamentação, foi percebendo a unidade de cristãos que, ao redor do mundo, estariam juntos, em comunhão com o Mistério de Cristo, participando das celebrações, mesmo que pela TV: “ao ver os ramos sendo colados nos bancos, com nomes que representam diversas pessoas, que representam o povo de Deus, eu me emocionei, pois percebi que o Santuário não estava, de fato, vazio, mas cheio de uma presença muito mais forte e real que a física. Dei-me conta de que milhões de pessoas vão acompanhar as celebrações pela TV, e farão de suas próprias casas uma “Igreja”.

A Ressurreição virá

O jovem conclui: “Percebi que Jesus não estará sozinho no Calvário, mas que todos nós, neste tempo tão difícil que vivemos, estamos juntos, aos pés da cruz, derramando com Ele o nosso sangue e as nossas lágrimas. Confiando que, embora ainda reine a morte, a Ressurreição logo virá.”

Seminaristas ajudam na ornamentação do Santuário para o Domingo de Ramos | Fotos: @seminariocn

Você pode unir-se ao Santuário e a toda Igreja neste tempo. “O primeiro passo é a nossa disposição de coração, disposição de estar dentro das realidades virtuais, de estar ali por inteiro, como se nós fôssemos mesmo na Igreja. Então, nossa roupa precisa ser adequada à celebração; estar com uma liturgia se for possível, para acompanhar as leituras. Que possamos dar as respostas da Santa Missa. Enfim, a disposição interior vai refletir no exterior em todo este momento que estamos vivendo. E este momento ajuda a termos com maior profundidade o nosso desejo de participar da Eucaristia”, ensina padre Anderson, membro da comunidade Canção Nova, doutor em Teologia Pastoral Bíblico-Litúrgica pela Universidade Salesiana de Roma, e atualmente pároco de Paróquia Santa Cândida (SP).

E fica ainda o convite: ao preparar um local, em sua casa, com os ramos, fotografe e poste em sua rede social utilizando a hastag: #DomingodeRamosCN. A sua foto poderá aparecer em nossas redes sociais.