Nossa Senhora das Dores | Terço Mariano no Santuário

Nossa Senhora das Dores, Mãe da Misericórdia, Nossa Senhora Pietá

No dia 15 de setembro, a Igreja celebra a memória de Nossa Senhora das Dores e, para o Santuário do Pai das Misericórdias, essa é uma data importante. No parte superior do Santuário foi colocada uma cruz, no dia da Festa da Exaltação da Santa Cruz do ano de 2011. No dia posterior – 15 de setembro – se celebrou Nossa Senhora das Dores e, por esse motivo, o Monsenhor Jonas Abib, reitor do Santuário, sentiu o desejo de ter uma imagem de Nossa Senhora Pietá, uma réplica da Pietá de Michelangelo.

Monsenhor Jonas Abib junto da imagem de Nossa Senhor Pietá (Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com)

Monsenhor Jonas Abib junto da imagem de Nossa Senhor Pietá (Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com)

Hoje (15/09), o Santuário do Pai das Misericórdias terá uma programação especial:
06h: Santa Missa
07h: Santa Missa (transmitido pela TVCN)
11h: Visita guiada
11h20: Terço Mariano
12h: Santa Missa
15h: Terço da Misericórdia
17h30: Terço Mariano
18h: Santa Missa

Em cada Santa Missa de hoje, o presidente dedicará um momento especial dedicado à Virgem das Dores.

Oração a Nossa Senhora Pietá

Rezemos a oração a Nossa Senhora Pietá:
“Virgem Maria, Nossa Senhora Pietá, Mãe da Misericórdia, colocamo-nos como filhos necessitados de colo. Mãe piedosa, são tantos os nossos pedidos, mas queromos sobretudo agradecer-lhe pelo carinho e pela acolhida de Mãe.
Acolha, Mãe, essa nossa humilde oração, Filha amada do Pai das Misericórdias, Mãe da Misericórdia, de Jesus Cristo e Esposa do Espírito Santo.
Amém.

Devoção a Nossa Senhora das Dores

A devoção a Nossa Senhora, contemplando as suas dores, nasceu a partir das meditações e contemplações de Maria no Evangelho: Simeão que profetiza acerca do Seu Coração ferido, a fuga para o Egito, a perda de Jesus no Templo, a Paixão, e a Morte do seu Filho Jesus Cristo.
Surgiu, assim, a devoção às sete dores de Nossa Senhora:
– profecia de Simeão;
–  o massacre dos inocentes;
– a perda de Jesus no Templo;
– a prisão de Jesus e Sua condenação;
– Jesus é pregado na Cruz e morre;
– a descida da Cruz;
– a sepultura de Jesus.

Maria é para nós a Mãe da Misericórdia, a Mãe de Jesus. Nela, a Misericórdia Se encarnou e conviveu com os homens e as mulheres nos revelando o Rosto do Pai das Misericórdias. Maria estava, “de pé”, junto da Cruz de Jesus e testemunhou a força do perdão da parte do Senhor para com os Seus filhos. Na Cruz, Ela adotou cada um de nós. Ela é a medianeira de todas as graças.

Por isso, nos entreguemos à Mãe da Misericórdia com toda a confiança. Ela está de braços abertos para acolher você, ferido pelo pecado. Ela é a nossa Mãe. Mãe que luta pela salvação de cada filho, de cada filha.

Recordamos, ainda, que, aos sábados, às 17h, acontece o momento Rezemos à Pietá, com a oração do terço junto da imagem de Nossa Senhora Pietá, no Santuário.Também, em cada primeiro sábado do mês, acontece a Devoção dos Cinco Primeiros Sábados em reparação ao Imaculado Coração de Maria, às 10h.