O profeta do Cordeiro

Na manhã de quarta-feira, 24, o sacerdote da Canção Nova Wagner Ferreira, durante a homilia no Santuário do Pai das Misericórdias, afirmou que São João Batista é o profeta do Cordeiro. E ao falar desse profeta, ele afirmou que a Igreja celebra, com júbilo, o nascimento de João Batista, colocando em evidência o dom da vida.

A Igreja também celebra o martírio desse mesmo santo: “Ele é o profeta que aponta para o povo de Israel, o Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo, Jesus Cristo, o Messias Salvador”.

“As escrituras colocam em destaque a missão de João Batista como o profeta enviado por Deus para preparar o povo de Israel, de modo que este pudesse acolher na fé a grande manifestação do Senhor na pessoa de Jesus Cristo. Depois de passar um tempo no deserto da Judeia, João foi para as margem do Rio Jordão. Em meio às pregações, ele ministrava o batismo de conversão, para que as pessoas tivessem o coração purificado pela graça de Deus e acolhessem com fé o Messias Salvador, Jesus Cristo Nosso Senhor.”

Nesta celebração litúrgica em comemoração ao nascimento de João Batista, afirma o sacerdote, a Igreja quer colocar em destaque o dom da vida. “Quando uma criança vem ao mundo, nasce um novo santo de Deus. Mas para essa criança ser santa no futuro, dependerá da formação que receberá de seus pais, padrinhos e da sociedade. Ninguém pode dizer que ela será perdida, uma desgraçada. Não! Deus nos chama à existência e devemos respeitar, proteger e manifestar a dignidade de toda e qualquer pessoa, porque há a esperança de um novo santo de Deus, de um profeta do Senhor comprometido com o Reino de justiça, amor e paz.”

Ao fim da reflexão, o padre pediu que cada um agradecesse a Deus por ter nascido, também aos pais, catequistas e aqueles que respondem pela educação de crianças, a fim de que assumam um compromisso de as educar na fé.

Leituras

Primeira Leitura (Is 49,1-6)

Responsório (Sl 138)

Segunda Leitura (At 13,22-26)

Evangelho (Lc 1,57-66.80)