Sua vida tem as marcas da vontade do Pai?

Nesta quinta-feira, 29 de junho de 2017, o padre Fabrício Andrade celebrou a Santa Missa, às 7h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O sacerdote diz que é preciso colocar em prática a vontade do Pai:  “O Evangelho de hoje é muito conhecido. A construção da casa sobre a areia ou a rocha é como a cereja do bolo. Na verdade o Evangelho quer falar sobre o Reino de Deus. O ‘ticket’ para entrar no Reino de Deus é colocar em prática a vontade do Pai. Um santo é alguém que colocou tanto em prática a vontade do Pai que foi se santificando. Eu coloco em prática o que eu escuto? A prudência é ter a coragem de colocar em prática a vontade de Deus ainda que seja difícil. Isso é construir a casa sobre a rocha. Muitas vezes é dolorido, é exigente. Deus vai olhar a nossa vida é vai ver se tem as marcas da vontade Dele.”

O Evangelho é de São Mateus: “Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus. Naquele dia, muitos vão me dizer: ‘Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres? Então eu lhes direi publicamente: Jamais vos conheci. Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal. Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha. Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática, é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e sua ruína foi completa!” Quando Jesus acabou de dizer estas palavras, as multidões ficaram admiradas com seu ensinamento. De fato, ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os mestres da lei”(Mt 7,21-29).

Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!