O Natal aponta para a páscoa de Jesus Cristo

Nesta quinta-feira, 28 de dezembro de 2017, o padre Valdnei Teodoro fez a homilia da Santa Missa às 7h no Santuário do Pai das Misericórdias.

O sacerdote nos alerta que o Natal nos aponta para a páscoa de Jesus Cristo: “Em tempos difíceis não podemos perder a esperança. A opressão não pode tirar nossa esperança, precisamos acreditar que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Raquel, a mulher que aparece no Evangelho de hoje, é o símbolo do antepassado do povo; esta mulher que aparece no Evangelho chorando sem consolo, nos ajuda a compreender aquilo que mais tarde Jesus disse: “Bem aventurados quando vos perseguirem por causa de mim, pois será grande a vossa alegria”. Na missa de hoje celebramos os Santos Inocentes, e precisamos olhar para as crianças pobres, as crianças que morrem em abortos e os que vivem sem abrigo. O que nós temos feito pelos inocentes? Não podemos olhar para o nosso sofrimento desprovido da páscoa de nosso Senhor Jesus Cristo que entrou no mundo para a nossa Salvação, e que inocentemente passou pelo processo da morte. Nos coloquemos hoje diante de Deus, e peçamos que este menino que está na manjedoura encontre lugar no nosso coração, e que possamos aprender com o Cristo a arte de ressignificar o nosso sofrimento”.
O Evangelho é de São Mateus: Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”. Quando Herodes percebeu que os magos o haviam enganado, ficou muito furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, exatamente conforme o tempo indicado pelos magos. Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias: “Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos, e não quer ser consolada, porque eles não existem mais (Mt 2,13-18)”.
Assista a homilia na íntegra:

Confira a liturgia do dia.

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!