Padre Márcio Prado

Advento, o que esperamos?

O que esperamos? O que Deus espera de nós?

O que é o advento? Advento é um tempo de preparação e recordação do nascimento do Salvador feito homem, Jesus Cristo. E também é tempo de nos preparar para definitiva vinda do Senhor. À espera do Senhor, podemos refletir três pontos, pelo menos em três palavras: recordação, conversão e ação.

Foto Ilustrativa: S847 by Getty Images

Advento é uma palavra latina que significa “vinda”, nesse tempo recordamos a primeira vinda de Jesus Cristo. Jesus, o Salvador, veio até nós, veio para nos salvar, veio para nos perdoar. É tempo de recordar o Menino-Deus que veio como luz. A profecia de Isaías anunciou o Messias como luz nas trevas, uma luz brilhou (cf. Is 9,1).

Segunda Vinda de Cristo

Trata-se a vinda de Jesus, Ele é a luz do mundo (cf. Jo 8,12), assim Ele se declarou; e, de fato, o foi. O Cristo iluminou por onde passava e, literalmente, fez cegos voltarem a enxergar; cegueiras físicas e cegueiras do coração foram iluminadas por Ele. Assim recordamos que Jesus é luz, recordamos que devemos estar na luz, recordamos o grande amor do Pai por meio do nascimento e da vida de Jesus.

Se recordamos a vinda do Senhor, Sua luz, Seu amor, então, precisamos dar uma outra resposta nesse tempo do Advento. Não basta recordar, não basta apenas fazer memória, mas precisamos nos perguntar “o que trazer para o hoje dessa recordação?”. Bem, se Ele é Luz, se recordamos Seu amor, então, precisamos responder com mudança de vida, conversão. Assim Jesus chamou o povo ao arrependimento e a acreditarem no Evangelho (cf. Mc 1,15).

Recordarmos o amor de Jesus e nos deixarmos ser iluminados por Ele significa romper com as trevas. Então, o Advento é um tempo de conversão em que recordamos o amor do Senhor; e, diante do amor e da luz de Jesus, não podemos mais compactuar com o pecado.

Confira a homilia com o padre Márcio Prado:

Então, o Advento é tempo de recordação, de conversão e, por fim, tempo de ação. Embora recordar e buscar a conversão já sejam atitudes, precisamos ainda da ação, do agir, no sentido agora de dar passos para definitiva vinda do Senhor.

Como aguardar a vinda do Senhor? Na vigilância da oração, leitura atenta da Palavra e prática da caridade.

Prática e disciplina

Concretamente, como agir? Para vigilância na oração é necessário atitude: reserve um horário para orar, para estar com Deus na oração. Ter um oratório em casa, ir à Capela do Santíssimo e, ao sair desses locais, manter o espírito em oração, em sintonia com Deus. “Deus no meu pensar, Deus no meu falar e Deus no meu agir”. Para leitura da Palavra é necessário parar para ler, organize um horário, esteja inteiro(a) na hora de ler e meditar, desligue o celular e seja fiel; hora da Palavra é hora da Palavra.

Por fim, a ação caridosa nesse tempo do Advento, Jesus está voltando. Então, que Ele nos encontre fazendo o bem. Nós só fazemos caridade quando organizamos um grupo, quando ajudamos um pobre ou ajudamos alguma instituição? Não. Mas também vivemos a caridade no dia a dia, a caridade se vive nas instituições e no corriqueiro da vida. No pedido de perdão, na gentileza, na palavra amiga ou na simplicidade de estar com o(a) outro(a) em casa, na rua ou no trabalho.

Advento, o que esperamos? Esperamos a vinda de Jesus. O que se espera de nós? O Pai do Céu espera que nós vivamos a recordação do Seu amor, a busca da conversão e atitude gratuita de amor ao próximo.

Padre Márcio Prado
Vice-Reitor do Santuário do Pai das Misericórdias