Amai-vos uns aos outros como eu vos amei

Monsenhor Jonas Abib celebrou a Santa Missa, nesta Quinta-Feira de Adoração, no Santuário do Pai das Misericórdias, e convidou os fiéis a uma reflexão sobre a vida e a morte.

O sacerdote questionou os participantes: “O que é permanecer em Jesus?”. Segundo ele, “permanecer” é um verbo forte. “Nós poderíamos dizer que é aquilo que Jesus disse no Evangelho de domingo, ou seja, ‘que o ramo esteja intimamente ligado à videira’. Como é que nós vamos permanecer no amor de Deus? Como vamos amar Jesus? O Senhor mesmo nos dá uma fórmula prática: guardar Seus mandamentos”.

Monsenhor no Santuário amai-vos uns aos outros

Monsenhor Jonas Abib – Foto: Daniel Mafra

A homilia seguiu com o padre citando o Evangelho: “Eu vos disse isso para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena”. Jesus quer que sejamos alegres, muito alegres, que permaneçamos na alegria; para isso, é preciso que O amemos, que permaneçamos no Seu amor e guardemos os Seus mandamentos.

O mandamento do Senhor é “amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei”. O Pai ama Jesus com amor infinito; Jesus nos ama com o mesmo amor com que o Pai O amou.

“Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos.” Eu estou disposto a dar a minha vida? “Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça”. O Senhor está chamando você pelo nome.(…) Ele nos designou. É um desígnio, uma determinação desde toda a eternidade. O Senhor designou você para ir e produzir frutos, a fim de que o fruto permaneça, como o apóstolo Matias.

Não ouvimos falar muito sobre Matias, mas o que sabemos é que ele foi um apóstolo fervoroso, que se entregou com tudo o que tinha para ser o melhor apóstolo. “O que então pedirdes ao Pai, em meu nome, ele vo-lo concederá.” Saiba disso: para esse apostolado, para essa evangelização, para essa entrega, o que pedirdes ao Pai, Ele vo-lo concederá.

Falando do seu último livro lançado pelo DAVI (Departamento de Audiovisuais), monsenhor Jonas cita São Tiago: “Certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco” (Tg 4,14). A única coisa certa é a morte, para isso precisamos estar preparados. O segredo para bem viver é estar preparado para bem morrer.

Adquira esse livro aqui.

Ao fim da homilia, monsenhor Jonas fez uma convocação aos fiéis: “Seja meu sócio, porque Deus me deu a grande missão de evangelizar pelos meios de comunicação. Mas essa missão é muito cara! Estamos enfrentando uma ‘barra bem pesada’, que é a digitalização da TV Canção Nova até 2016. Uma imensidão de pessoas precisam dessa evangelização!”.

O sacerdote concluiu dizendo: “Saiba que tudo o que eu faço é por sua causa, pela evangelização”.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor. E eu vos disse isto, para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena. Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor. Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai. Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. O que então pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá. Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros. (Jo 15,9-17)

 

Liturgia de hoje

Primeira Leitura (At 1,15-17.20-26)

Responsório (Sl 112)

Evangelho (Jo 15,9-17)